22 de maio de 2024

Fraldinha Bovina: O Guia Definitivo!

Fraldinha Bovina
Uma Fraldinha de Wagyu

Vamos hoje falar sobre um dos meus cortes preferidos. O corte que vem ganhando o coração e estômago dos churrasqueiros pelo Brasil afora. E não é para menos, pois este corte extraordinário é sinônimo de suculência, maciez, textura e sabor inigualáveis. Ao explorarmos os segredos da fraldinha bovina, desvendaremos não apenas sua origem e história, mas também os motivos pelos quais se tornou uma escolha querida entre churrasqueiros e apreciadores de carne.

Acredite, uma fraldinha bovina bem preparada tem grande potencial para se tornar a nova protagonista dos seus churrascos, pois oferecerá aos seus convidados uma experiência totalmente nova e surpreendente. E quando você consegue fazer isso, você eleva suas habilidades churrasqueiras a um novo patamar.

Vamos explorar cada detalhe que faz da fraldinha bovina um corte verdadeiramente notável, desde seu preparo até as técnicas de serviço. Prepare-se para se apaixonar pela fraldinha bovina e tornar seus churrascos inesquecíveis!

Origens e História da Fraldinha Bovina

A Proveniência da Fraldinha Bovina

A fraldinha bovina tem sua origem em uma parte específica do gado. Derivada da região abdominal, mais precisamente próxima à costela, a fraldinha apresenta características únicas, como a composição das suas fibras e a posição da camada de gordura, que a tornam irresistível para os amantes de churrasco.

A Fraldinha no Mundo: Nomes e Popularidade Internacional

Nos Estados Unidos, a fraldinha bovina é reconhecida como “flank steak”, enquanto na França, é carinhosamente chamada de “bavette”. Apesar das diferenças linguísticas, ambos os países compartilham uma apreciação pela versatilidade e sabor marcante desse corte, incorporando-o em diversas preparações culinárias.

A Contribuição de Marcos Bassi: O Artesão que Popularizou a Fraldinha no Brasil

Marcos Bassi, renomado açougueiro brasileiro, desempenhou um papel crucial na popularização da fraldinha bovina no Brasil. Sua visão inovadora e paixão pela carne elevaram a fraldinha ao estrelato nas churrascarias brasileiras, transformando-a de um simples corte em uma escolha essencial para os apreciadores de churrasco.

A narrativa apresentada no livro “Carnes e Churrasco”, escrito por Bassi, revela que durante a década de 70, o especialista em carnes recebia uma clientela internacional em seu estabelecimento. Em uma tentativa de identificar o corte conhecido como Bavette, solicitado por uma cliente francesa, Bassi conseguiu identificar a fraldinha. O nome do corte é uma analogia interessante, pois Bassi percebeu que “Bavette” em francês significa “Babador”, e o corte foi nomeado na França devido à sua semelhança com essa peça de roupa. Inspirado, então, nas Fraldinhas de Boca utilizadas em bebês, Bassi escolheu o nome nacional para esse corte específico.

Ao longo dos anos, Marcos Bassi elevou a fraldinha ao patamar de corte nobre, sugerindo que seus clientes o experimentassem, criando vídeo-aulas (veja uma no youtube), e preparando-a como estrela em seu próprio restaurante.

Características da Fraldinha Bovina

A fraldinha bovina revela uma anatomia característica que contribui para sua popularidade. Vamos mergulhar em uma descrição minuciosa das propriedades físicas que tornam esse corte verdadeiramente especial.

Textura e Estrutura: O Encanto da Fraldinha Bovina

A textura da fraldinha é um ponto de destaque, com fibras finas que garantem uma experiência de degustação única. Seu formato alongado e fina espessura a tornam ideal para preparo em grelha ou espeto, proporcionando resultados extraordinários na churrasqueira.

Marmoreio – A Arte da Infiltração de Gordura

O marmoreio, a intrincada rede de gordura entremeada na carne, é uma das características mais marcantes da fraldinha. Essa distribuição uniforme de gordura não apenas intensifica o sabor, mas também contribui para a suculência durante o cozimento. A gordura intrínseca derrete com o calor da brasa acesa, infundindo a carne com um paladar rico e suculento que cativa os apreciadores de churrasco em todo o mundo.

Escolhendo a Fraldinha Bovina Certa

Ao adentrar o açougue ou casa de carnes em busca da fraldinha ideal, é essencial estar equipado com conhecimentos práticos, pois você deverá tomar decisões importantes que influenciarão diretamente o seu assado. Vamos explorar dicas valiosas que o ajudarão a selecionar a peça perfeita para garantir o sucesso do seu próximo churrasco.

Peças Congeladas X In Natura

A primeira decisão a tomar é se você irá pedir o corte fresco ou escolher uma peça embalada. Caso escolha a peça embalada, deverá decidir se quer o produto congelado ou resfriado. Eu particularmente prefiro o resfriado, pois assim é possível avaliar melhor as demais características da carne (cor, maciez e etc). Caso opte pelo congelado, procure comprar de marcas confiáveis, e cheque sempre se não há muito líquido congelado na embalagem, pois isso indica que a peça foi descongelada e recongelada no meio do caminho logístico.

Raça do Animal

Hoje, graças ao aumento do consumo de carne de qualidade, temos diversas opções de raças para escolher. Basicamente, Nelore é o melhor custo benefício, Wagyu tem o melhor sabor e textura porém é caro, e Angus é um meio termo. Recomendo ir de Angus para não errar. Temos boas marcas fazendo fraldinhas de nelore com excelente qualidade também, escolha sempre uma de boa procedência.

Frescor é a Chave: O Papel da Cor na Escolha da Fraldinha

A cor da fraldinha é um indicador crucial de seu frescor. Busque por tonalidades vibrantes de vermelho, evitando qualquer sinal de descoloração. Essa observação visual será um guia confiável para assegurar que você está levando para casa uma peça de qualidade.

Textura que Encanta: Identificando Características Ideais

Ao tocar a fraldinha, preste atenção à sua textura. Opte por peças que apresentem uma superfície firme e, ao mesmo tempo, flexível. Essa combinação de firmeza e maleabilidade indica uma carne fresca e bem marmorizada, garantindo uma experiência gastronômica excepcional.

Fraldinha Bovina Tradicional ou Fraldinha Bovina Red?

A diferença entre uma fraldinha e uma fraldinha “red” está apenas no corte. A fraldinha tradicional apresenta cobertura de gordura em sua parte mais grossa, já a “red” traz apenas a parte vermelha da peça (daí o nome). É possível comprar uma fraldinha normal e transforma-la em “red” retirando a parte da gordura, que pode ser usada para fazer hambúrgueres e outros preparos, porém se for considerado o preço por quilo, nem sempre essa transformação vale a pena.

Preparando a Fraldinha Bovina para o Churrasco

Antes de levar a fraldinha à churrasqueira, são necessários fazer alguns preparativos. Uma das características que fazem desse corte uma excelente e versátil opção, é sua facilidade em combinar com diversos temperos, além de ser espetacular apenas com sal. Então, escolher a técnica de cocção e os temperos corretos é uma etapa importante.

Escolhendo o Tempero Adequado

Um bom tempero é aquele que realça as características naturais da peça, no caso da fraldinha sua textura e suculência. Explore opções como alho, sal de parrilha, pimenta e ervas para criar uma combinação que traga diferentes sabores ao corte, porém sem nunca se sobressair a ele. Existem hoje diversos sais de parrilha com complementos já dosados (pimentas e ervas) que podem funcionar bem. Molho chimichurri fresco também é uma excelente opção.

Rubs e Marinadas: A Magia do Preparo

Além dos temperos básicos citados acima, a fraldinha pode ser dar bem com os conhecidos “rubs” (mistura de temperos em pó para aplicar na carne) e também marinadas. Existem diversos rubs prontos vendidos em casas de carne e supermercados, basta escolher um da sua preferência e aplica-lo à fraldinha bovina. Já no caso das marinadas, elas além de acentuar o sabor da carne, contribuem para a maciez e suculência devido aos ácidos que quebram as fibras musculares. Os aromatizantes presentes na marinada permeiam a carne, proporcionando um aroma agradável e criando camadas de sabor adicionais. A presença de óleos ajuda a evitar o ressecamento durante o cozimento, garantindo uma textura suculenta.

Marinadas e Temperos Testados e Aprovados

Aqui estão algumas sugestões de temperos e marinadas já testados e aprovados por mim, para que você teste e modifique a seu gosto:

Marinada Clássica de Ervas e Alho:

  • Ingredientes:
    • 3 colheres de sopa de azeite de oliva extra virgem
    • 4 dentes de alho picados
    • 2 colheres de sopa de ervas frescas (alecrim, tomilho, manjericão)
    • Suco de 1 limão
    • Sal e pimenta a gosto
  • Instruções:
    • Misture o azeite, alho, ervas frescas e suco de limão em uma tigela.
    • Adicione sal e pimenta a gosto.
    • Espalhe a marinada sobre a fraldinha, cobrindo-a uniformemente.
    • Deixe marinar na geladeira por pelo menos 2 horas antes de preparar.

Marinada Cítrica com Toque de Mostarda:

  • Ingredientes:
    • 1/4 xícara de suco de laranja fresco
    • 2 colheres de sopa de mostarda Dijon
    • 2 colheres de sopa de mel
    • 2 colheres de sopa de molho de soja
    • 1 colher de chá de páprica defumada
    • Pimenta preta moída a gosto
  • Instruções:
    • Em uma tigela, misture o suco de laranja, mostarda, mel, molho de soja, páprica e pimenta preta.
    • Cubra a fraldinha com a marinada, garantindo uma cobertura uniforme.
    • Deixe marinar na geladeira por pelo menos 3 horas, permitindo que os sabores se integrem.

Mostada de Dijon e Cebolinha

O tempero que sempre mais fez sucesso entre meus convidados, pincele mostarda de dijon de qualidade antes e durante o preparo da fraldinha inteira na grelha, ao finalizar, enquanto a fraldinha descansa pique rusticamente cebolinha fresca, para servir fatie a fraldinha contra a fibra e salpique a cebolinha e flor de sal.

Sal de Parrilla e Flor de Sal

Uma carne de qualidade deve que ser tão saborosa a ponto de não necessitar de nada além de sal como tempero. E uma boa fraldinha bovina não é exceção a essa regra. Você pode colocar o sal antes ou depois, conforme sua preferência. Utilize um bom sal de parrilla, pelo fato de se tratar de um sal integral, antes ou depois de assar a peça. Já flor de sal, por se tratar de um sal de finalização graças a sua crocância, deve ser aplicado depois.

Assando a Fraldinha Bovina

Chegou a melhor hora. Levar a fraldinha bovina até a brasa acesa, conferir aquela cor e sentir aquele aroma que transporta os churrasqueiros ao nirvana. Podemos utilizar diversas técnicas para assar uma boa peça de fraldinha, então confira algumas sugestões:

Grelha

Começando pelo começo, a grelha é a forma mais clássica e prática para se fazer um churrasco. É colocar a peça e esperar ficar pronta dos dois lados. Mas, se você quiser se tornar um assador de primeira categoria, deve observar os pormenores dessa técnica. No caso da fraldinha, devemos dar atenção especial a alguns detalhes a seguir:

  • A fraldinha costuma ser uma peça comprida que ocupa um bom espaço na grelha. Você deve garantir que as brasas cubram toda a extensão por baixo do corte.
  • O formato da fraldinha é desigual, ela geralmente é mais alta no meio e mais fina nas pontas. Isso vai inevitavelmente ocasionar que ela tenha diferentes pontos nessas regiões. Existem algumas formas de abordar essa peculiaridade: você pode dosar o calor que cada região vai receber organizando as brasas embaixo da peça, mais quente no meio e menos quente nas pontas. Você também pode aproveitar dessa característica e servir vários pontos ao mesmo tempo, bem passado nas pontas e mal passado no meio, é interessante quando você tem convidados de gostos distintos. Por fim, alguns assadores gostam de compactar a fraldinha empurrando para o centro suas extremidades, na tentativa de deixá-la mais uniforme.
  • Nunca se esqueça que os fundamentos do churrasco em grelha também se aplicam aqui: braseiro forte para uma boa reação de Maillard, grelha pré aquecida e lubrificada, peça de carne livre de umidade por fora.

Espeto

O espeto é a técnica original que o artesão da carne Marcos Bassi escolheu para o preparo da fraldinha, técnica que foi posteriormente levada para praticamente todas as churrascarias de espeto corrido do país. Consiste em espetar a fraldinha pelo meio da sua parte longitudinal, fazendo ondas com a peça e compactando-a bem. Nessa técnica, a carne é salgada antes de ir à brasa. Posiciona-se o espeto durante 15 minutos girando-o em intervalos regulares no suporte mais próximo à brasa para dourar a peça, e depois eleva-se para os suportes mais altos a fim de acertar o ponto. A recomendação de Bassi era deixar 40 minutos nessa posição, porém isso vai conforme os teus objetivos. Para servir, podemos fatiar a peça toda ou ir casqueirando pelas pontas.

Fraldinha Roll

Essa é uma técnica que ganhou destaque recentemente nas redes sociais pelo seu apelo visual interessante. Consiste em fatiar a fraldinha em tiras de cerca de 5 cm a partir de seu lado mais comprido. Separa-se as tiras, e então você pode nesse ponto soltar a sua criatividade, e fazer por cima da tira de fraldinha o tempero que quiser. Queijos, bacon, presunto de parma, azeitonas, duxelles, e o que mais vier à mente. Então com essa segunda camada pronta, basta enrolar a tira para obter um rocambole de fraldinha, apelidado de fraldinha roll. Você pode firmá-la com espetos de madeira e levar a grelha, ou espetar direto em um espeto de churrasco para servir casqueirada.

Acompanhamentos e Harmonizações:

A fraldinha bovina, por si só, é uma estrela no churrasco, mas a escolha cuidadosa dos acompanhamentos pode elevar a experiência gastronômica a outro patamar. Explore sugestões que complementam perfeitamente a suculência e o sabor da fraldinha, criando uma refeição completa e deliciosa.

Acompanhamentos Clássicos: Simples e Saborosos

Boas carnes exigem bons acompanhamentos. A fraldinha será bem acompanhada pela maioria dos acompanhamentos clássicos de churrasco. Seguem algumas sugestões para seu próximo serviço:

Farofa de Mandioca:

A farofa de mandioca é um acompanhamento clássico de churrasco que harmoniza perfeitamente com a fraldinha. Sua textura crocante e sabor levemente amanteigado complementam a suculência da carne, adicionando uma dimensão de sabor e uma camada agradável de crocância.

Vinagrete:

O vinagrete, uma mistura refrescante de tomates, cebolas, pimentões e ervas, é uma escolha popular para acompanhar a fraldinha no churrasco. Sua acidez equilibrada corta a riqueza da carne, proporcionando um contraste vibrante que intensifica os sabores e mantém o paladar equilibrado.

Arroz de Carreteiro:

O arroz de carreteiro, uma receita tradicional brasileira que combina arroz, carne seca, bacon e temperos, é um acompanhamento robusto que eleva a experiência da fraldinha. Sua mistura de sabores intensos complementa a carne grelhada, adicionando uma base reconfortante e rica ao prato.

Pão de Alho:

O pão de alho, assado na churrasqueira, é um clássico irresistível para servir com fraldinha. O aroma do alho tostado infunde um sabor adicional à carne, enquanto a maciez do pão contrasta elegantemente com a textura firme da fraldinha, proporcionando uma experiência saborosa e gratificante.

Batata Gratinada:

A batata gratinada, com suas camadas cremosas e douradas, é um acompanhamento indulgente que complementa maravilhosamente a fraldinha. Sua textura suave contrasta com a carne grelhada, enquanto o sabor rico e reconfortante adiciona uma dimensão decadente à refeição.

Esses acompanhamentos clássicos foram escolhidos por suas características que equilibram e realçam os sabores da fraldinha bovina, proporcionando uma experiência de churrasco memorável.

Harmonização de Sabores: Bebidas que Complementam

Não pode nunca faltar uma boa bebida com uma boa carne. Essa combinação pode realçar os sabores e características de ambos, e pode inclusive criar um terceiro sabor que só é possível obter através de harmonização. Vamos olhar algumas sugestões:

Cervejas:

Nada combina melhor com um belo churrasco do que uma bela cerveja. Desde as mais maltadas até as mais lupuladas, essa combinação é tradicional e provavelmente foi feita pelos nossos ancestrais.

IPA (India Pale Ale):

A intensidade aromática e o amargor pronunciado de uma IPA cortam a gordura da fraldinha, proporcionando um contraste vibrante. Os sabores cítricos e florais também complementam a carne, adicionando camadas adicionais de complexidade.

Stout:

Uma Stout encorpada, com suas notas de café, chocolate e torrefação, é uma escolha excelente para acompanhar a fraldinha. A riqueza dos maltes torrados realça os sabores da carne grelhada, criando uma combinação indulgente.

Brown Ale:

A suavidade e a complexidade de uma Brown Ale fazem dela uma parceira ideal para a fraldinha. Seus tons maltados, levemente doces e tostados complementam a carne, proporcionando um equilíbrio agradável.

Porter:

Similar à Stout, uma Porter oferece sabores robustos e tostados que se alinham bem com a fraldinha. Seus traços de chocolate, caramelo e café adicionam profundidade à experiência de churrasco.

Amber Ale:

Uma Amber Ale, com seus maltes caramelizados e perfil equilibrado, é uma escolha versátil para carne vermelha. Seus sabores levemente doces e notas de caramelo destacam a suculência da fraldinha, criando uma harmonia deliciosa.

Drinks

Pode parecer mentira, mas existem pessoas no mundo que não gostam de cerveja. Precisamos então pensar em opções para todos os casos, e aqui os drinks podem ajudar, com sabores complexos e seu próprio conjunto de técnicas e segredos, os cocktails podem gerar excelentes harmonizações:

Old Fashioned:

Um clássico que combina bourbon, açúcar, angostura bitters e uma casca de laranja. A complexidade e robustez desse drink complementam os sabores intensos da fraldinha, criando uma harmonia sofisticada.

Caipirinha:

A refrescância da caipirinha, feita com cachaça, limão e açúcar, contrasta bem com a suculência da fraldinha. Seu sabor cítrico e levemente adocicado fazem uma parceria equilibrada.

Mint Julep:

Elaborado com bourbon, hortelã, açúcar e gelo triturado, o Mint Julep oferece frescor e doçura que complementam a carne grelhada. O aroma da hortelã adiciona uma dimensão refrescante à experiência.

Negroni:

Feito com gin, vermute tinto e Campari, o Negroni possui uma combinação única de amargor, doçura e complexidade que se encaixa bem com a intensidade da fraldinha, especialmente se preparada ao estilo grelhado.

Whiskey Sour:

Uma mistura de whiskey, suco de limão, xarope de açúcar e clara de ovo, o Whiskey Sour oferece acidez e doçura equilibradas. Essa combinação de sabores acentua os perfis de sabor da fraldinha de maneira deliciosa.

Drinks não-alcóolicos:

Mocktail de Mojito:

Uma versão sem álcool do clássico Mojito, feita com hortelã, suco de limão, xarope de açúcar, água com gás e bastante gelo. O frescor da hortelã e a acidez do limão proporcionam uma experiência refrescante que complementa a suculência da fraldinha.

Virgin Mary:

Inspirado no Bloody Mary, o Virgin Mary é uma mistura de suco de tomate, suco de limão, molho inglês, molho de pimenta e temperos. Seu perfil salgado e picante oferece uma alternativa não alcoólica que destaca os sabores da carne grelhada.

Limonada de Morango e Manjericão:

Uma limonada refrescante preparada com morangos frescos, manjericão, suco de limão, açúcar e água. Os morangos adicionam uma doçura natural, enquanto o manjericão oferece um toque herbal, criando uma combinação equilibrada para acompanhar a fraldinha.

Essas opções foram escolhidas por sua capacidade de oferecer sabores diversos e refrescantes que complementam a experiência de saborear a fraldinha. Aproveite essas alternativas enquanto desfruta de um delicioso churrasco!

Mitos Comuns sobre a Fraldinha Bovina

Nenhuma carne está imune a mitos e equívocos. Com a fraldinha não é diferente. Você vai ficar exposto a muita desinformação na Internet, e nessa seção vamos desvendar algumas das pérolas do senso comum que circulam por aí:

  • Fraldinha não é fraldão: e não é mesmo. Essa é uma confusão comum devido à similaridade do nome, e além de tudo, os cortes são visualmente parecidos por conta das fibras alongadas. Algumas pessoas inclusive acreditam que fraldão é uma peça maior da qual é retirada a fraldinha, o que semanticamente faria sentido, mas a realidade é que ambos os cortes provém de locais diferentes da anatomia bovina. No paladar, textura e sabor serão levemente semelhantes, mas a fraldinha ganha de longe na maciez.
  • Skirt Steak não é Fraldinha: Outro caso em que a semelhança visual da peça pode enganar. Skirt Steak na Argentina é conhecido como entraña, e é um corte que provém da barriga do animal, próximo ao diafragma. Também é muito saboroso, mas não é o mesmo corte.
  • Fraldinha é carne de segunda: Essa é uma concepção equivocada que vêm da década de 70, quando a fraldinha começou a ficar popular. A teoria é que essa ideia surgiu por um motivo específico: a tecnologia da criação do gado. Naquela época, era difícil conseguir a qualidade que se consegue hoje na criação principalmente de nelore, e por isso cortes que hoje são muito apreciados eram tidos como “de segunda”.

Explorando Variações Culinárias: Além da Grelha

A fraldinha não se limita à churrasqueira. Explore diferentes maneiras de preparar esse corte excepcional, desde técnicas de cozimento lentas até opções de grelhados inovadores. Dê asas à sua criatividade culinária enquanto descobre novas formas de desfrutar da versatilidade da fraldinha bovina.

Fraldinha Bovina Assada com Ervas Finas:

  • Ingredientes:
  • Fraldinha
  • Ervas frescas (alecrim, tomilho, salsa)
  • Alho picado
  • Azeite de oliva
  • Sal e pimenta a gosto
  • Modo de Preparo:
  • Pré-aqueça o forno a 180°C.
  • Tempere a fraldinha com sal, pimenta, alho picado e as ervas frescas.
  • Regue a carne com azeite de oliva.
  • Asse no forno por cerca de 40-50 minutos ou até atingir o ponto desejado.

Fraldinha Bovina na Panela de Pressão:

  • Ingredientes:
  • Fraldinha
  • Cebola
  • Alho
  • Tomate
  • Pimentão
  • Temperos a gosto
  • Modo de Preparo:
  • Corte a fraldinha em pedaços médios.
  • Em uma panela de pressão, refogue a cebola e o alho.
  • Adicione a fraldinha e sele todos os lados.
  • Acrescente os tomates, pimentões e temperos a gosto.
  • Adicione água até cobrir a carne.
  • Cozinhe sob pressão por cerca de 30 minutos.

Arroz de Fraldinha Bovina:

  • Ingredientes:
  • Fraldinha
  • Arroz
  • Cebola
  • Alho
  • Caldo de carne
  • Legumes (cenoura, ervilha)
  • Sal e pimenta a gosto
  • Modo de Preparo:
  • Refogue a fraldinha em uma panela até dourar, e então desfie.
  • Adicione cebola e alho, refogando até ficarem transparentes.
  • Acrescente o arroz e misture bem.
  • Adicione o caldo de carne e água conforme as instruções do pacote de arroz.
  • Adicione os legumes, sal e pimenta.
  • Cozinhe até o arroz e a carne estarem completamente cozidos.

Conclusão

E então com essas ideias de receitas além da grelha, finalizamos nosso artigo sobre a fraldinha bovina. Espero que você possa ter sanado suas dúvidas e ampliado seus conhecimentos sobre esse corte fabuloso que se espalhou pelos churrascos do Brasil. Que a sua fraldinha esteja sempre sobre brasas acesas, e até a próxima!

Artigos Relacionados